fbpx

Argentinos saqueiam carne de animais ainda vivos

Mulheres, crianças e homens esquartejando os animais, tirando pedaços

Uma cena de filme de terror demonstra no que se transformou a Argentina: pessoas atacando ovelhas para arrancar pedaços de carne dos animais ainda vivos. “Eram cenas que eu pensei que nunca veria. As pessoas do entorno pularam no caminhão para abater [os animais] e acabaram se machucando umas às outras”, disse o gerente da fazenda em estado de choque.

Tudo começou quando um caminhão com 40 novilhos teve um acidente ao chocar com um trem na cidade de Pinto, em Santiago del Estero, noticia a Radio con Vos, de Buenos Aires. Foi o detonador para que as pessoas da vizinhança saqueassem a carga viva massacrando os animais para pegar a carne.

“Estou chocado com o que vivi, havia mulheres, crianças e homens subindo na gaiola esquartejando os animais, tirando pedaços de carne com o animal ainda vivo. Eu tentei salvar o máximo possível, porque sou um encarregado, mas eles me deram duas ou três estocadas para me afastar”, disse Juan Gonzalez, encarregado da fazenda Los Jagüeles, que disse haver tentado evitar o saqueio.

“Foram cenas que pensei que nunca veria. A verdade é que foi difícil, porque recebi ameaças de facas. Fiquei muito triste ver gente assim, naquela situação. Pessoas se cortando. Eram cerca de 300 pessoas. Tem gente que não pode comprar carne e tem gente que aproveitou a oportunidade. Tinha crianças e meninas subindo na jaula com sangue e lutando com facas nas mãos”, disse Juan à Radio con Vos.

A Argentina vive uma profunda crise econômica e hiperinflação, associada com forte desvalorização da moeda local. A pandemia acentuou a situação já crítica do país vizinho e o desemprego é recorde, à medida que o governo federal empreende uma guerra velada contra o agronegócio, apontam especialistas locais.

Fonte: Agrolink