fbpx

Como você será afetado pelo Semente Legal

O Ibrafe (Instituto Brasileiro do Feijão e Pulses) anuncia para esta quinta-feira, 27 de Maio, o lançamento do Programa Semente Legal. Trata-de de uma parceria entre o Instituto e a empresa de rastreabilidade Ceptis Agro com o objetivo de “combater a pirataria em sementes de feijão e aumentar os padrões de qualidade do processo produtivo de feijão e pulses no Brasil”.

“Os países da costa leste africana avançam na produção de Pulses, Feijão no meio. A facilidade logística é tremenda. Estão perto de grandes mercados da Ásia e do Oriente Médio. Ameaçam o crescimento das exportações brasileiras se não evoluirmos rapidamente. Hoje, às 15h, será lançado um programa que poderá equalizar nossas desvantagens logísticas”, afirma o presidente do Ibrafe, Marcelo Lüders.

De acordo com ele, o Programa Semente Legal tem como objetivo que a qualidade da semente não seja mais problema para alcançar melhores produtividades. “Também nesta mesma linha do valor que o produtor já paga pela semente deveriam estar chegando para a pesquisa recursos que resultem em avanços mais acelerados”, justifica o dirigente.

Ainda segundo Marcelo Lüders, os pesquisadores já têm mostrado o que são capazes de entregar ao produtor se houver recursos. “O Feijão-carioca de escurecimento lento foi um passo gigantesco para mudar radicalmente a possibilidade de armazenagem para venda no momento conveniente. Mas precisamos de Feijões variados produtivos”, conclui o presidente da organização mais representativa do setor de pulses no Brasil.

Fonte: AGROLINK -Leonardo Gottems