fbpx

Fim do vazio sanitário da soja: produtor do MS deve cadastrar sua área

Produtor que perder o prazo de cadastramento terá que pagar uma multa ao estado. Plantio da soja está autorizado a acontecer a partir de 16 de setembro.

O vazio sanitário da soja em Mato Grosso do Sul termina no dia 15 de setembro e o já agricultor está autorizado a começar o plantio da safra 2019/2020. Vale ressaltar, no entanto que os sojicultores do estado já podem fazer o cadastramento de sua área de soja perante o Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro).



Apesar de o prazo final se encerrar em 10 de janeiro de 2020, a entidade destaca a importância de não deixar para última hora. Esse cadastramento deve ser realizado no site do Iagro. Para aquele produtor que perder o prazo e não fazer o cadastro, há uma multa de até 100 UFERMS (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul) de acordo com a Lei Estadual n. 3333/2006.

“O cadastro de propriedades no Iagro é um importante mecanismo para que o produtor mantenha seus dados atualizados perante o Estado e ajuda de forma efetiva no controle da ferrugem asiática. A Aprosoja destaca a importância de que o produtor se atente para fazer o correto preenchimento deste cadastro, que é gratuito, e que dá suporte para inúmeras ações da cadeia de soja e milho”, diz o diretor-executivo da Aprosoja/MS, Frederico Azevedo.

O vazio sanitário é uma medida fitossanitária crucial para evitar a expansão de focos de ferrugem asiática nas lavouras, sendo a doença de maior expressão da cultura da soja e que tem o maior poder de destruição nas lavouras. A campanha do vazio sanitário em Mato Grosso do Sul é formalizada por órgãos governamentais como a Semagro e Iagro, além do próprio Ministério da Agricultura e entidades ligadas ao setor como Aprosoja/MS, Famasul e as fundações de pesquisa, visando orientar o produtor sobre a importância dessa medida.


SEGURO AGRÍCOLA
Com a necessidade do produtor rural ter um seguro de lavoura sem burocracia, de fácil contratação e que protegesse seus altos investimentos contra intempéries climáticas, a SEGURAGRO inovou os serviços de atendimento e assessoria na contratação de seguro agrícola de lavouras para culturas de soja, milho, trigo, feijão, café, cana-de-açúcar e outras culturas.

SAIBA MAIS SOBRE SEGUROS AGRÍCOLAS

Fonte: Canal Rural