fbpx

Maior produtor de grãos da China reduzirá pesticidas

As terras agrícolas com uso reduzido de produtos químicos serão expandidas para 3 milhões de hectares em 2020

A província de Heilongjiang, o maior produtor de grãos da China, planeja reduzir ainda mais o uso de fertilizantes químicos, pesticidas e herbicidas em terras agrícolas em 2020 para impulsionar a agricultura verde e a segurança alimentar.  A decisão já havia sido tomada há um tempo atrás, mas agora essa diminuição vai ser impulsionada. 

Neste mesmo contexto, as terras agrícolas com uso reduzido de produtos químicos serão expandidas para 3 milhões de hectares em 2020 dos 2,67 milhões de hectares do ano passado, de acordo com o relatório de trabalho do governo entregue na sessão anual em andamento do Congresso Popular da província. O aumento pode parecer, a princípio, uma quantia baixa, mas representa um grande passo para a agricultura da China, dizem os responsáveis pelo relatório. 



Em 2019, Heilongjiang, no nordeste da China, reduziu o uso de fertilizantes e pesticidas químicos em 15.200 toneladas e mais de 2.000 toneladas, respectivamente, em comparação com o ano anterior. Heilongjiang, que é um importante fornecedor de culturas alimentares, como milho, soja, arroz e trigo na China, sendo considerado o principal produtor agrícola de grãos do país. 

Isso ocorre porque a província vem expandindo áreas para o cultivo de culturas verdes e orgânicas e desenvolvendo agricultura de alta qualidade e eficiência, sem precisar utilizar produtos químicos. Na questão dos números, a província registrou uma colheita abundante pelo 16º ano consecutivo em 2019, com rendimentos anuais de grãos superiores a 75 bilhões de quilogramas, o que mostra, segundo o relatório, que a produção não está sendo prejudicada. 

Fonte: Agrolink