fbpx

Mercado do frango com cotações mais perto da estabilidade, mas com custos de produção pressionando

A semana de negociações para o mercado de frango se encerra com cotações mistas nesta sexta-feira (14). De acordo com análise do Cepea/Esalq, apesar de os valores do animal continuarem subindo no mercado brasileiro, as valorizações do milho e do farelo têm sido ainda mais intensas neste mês, prejudicando o poder de compra do avicultor.

No mercado de frango vivo, a demanda da indústria por novos lotes de animais segue elevada, porém, as altas nas cotações do vivo foram menores do que as registradas para os insumos. 

Em São Paulo, segundo a Scot Consultoria, o preço da ave na granja ficou estável em R$ 3,90 o quilo, enquanto o frango no atacado teve queda de 0,41%, atingindo R$ 4,83/kg.

No caso do frango vivo, houve alta de 6,14% no Paraná, chegando a R$ 3,63/kg, enquanto São Paulo e Santa Catarina ficaram com preço estável em R$ 3,64/kg e R$ 2,71/kg, respectivamente. 

Conforme informações do Cepea/Esalq, referentes à quinta-feira (13), os preços para a ave congelada e a resfriada não tiveram alterações, cotadas em R$ 5,14/kg e R$ 5,06/kg, respectivamente. 

Fonte: Letícia Guimarães - Notícias Agrícolas