fbpx

Rally da Safra divulga resultados

Nesta 17ª edição do Rally foram 7 equipes em campo avaliando as lavouras de soja até o mês de março. Há outras três previstas para ir a campo em maio e junho para avaliar as áreas de milho segunda safra.

O levantamento acontece nos 12 principais estados produtores: Mato Grosso, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí e Tocantins, que respondem por 95% da área de produção de soja e 72% da área de milho.

DESTAQUES – BRASIL

O clima irregular marcou todas as regiões produtivas na safra 2019/20. O atraso no plantio variou de 10 a 45 dias. Apesar do início de safra conturbado, o clima durante o desenvolvimento das lavouras foi bom. Ocorreram chuvas dentro da necessidade e houve grande disponibilidade de LUZ.

Lavouras precoces se destacaram no Centro-Oeste e as de ciclo médio e tardio mantiveram bom potencial. Todas as regiões apresentaram baixa incidência de pragas e doenças nessa safra.

Os estados de MT, GO, PR, MA, TO e PA foram os destaques positivos com produtividades recordes. Santa Catarina e Minas Gerais igualaram recordes de produtividades anteriores. A grande exceção foi Rio Grande do Sul. O Estado deve registrar a pior safra dos últimos 8 anos, com queda na produtividade para 36 sc/ha.

FAÇA O DOWNLOAD DO E-BOOK COM OS RESULTADOS DA SAFRA 2019/20

Rally da Safra é um dos principais eventos do agronegócio brasileiro. Iniciou em 2004 e é o único levantamento de safra técnico-privado que vai a campo para avaliar as condições das lavouras de soja e milho. 

Fonte: Foco Rural com informações de assessoria