fbpx

Safra de soja do Brasil caminha bem, mas tensão segue no Sul

O plantio da safra 2021/22 de soja chegou na quinta-feira (09) a 96% da área estimada para o Brasil, contra 94% uma semana antes e 95% no mesmo período do ano passado, de acordo com dados da AgRural. Neste último levantamento, apenas Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Maranhão, Tocantins, Piauí e Pará seguiam semeando.

Nos dois estados do Sul, há atraso do plantio em relação à média de cinco anos devido à estiagem. Também existem casos pontuais de replantio em regiões gaúchas onde a falta de umidade em lavouras semeadas no fim de novembro prejudicou a germinação. Mas é no Paraná, que já encerrou a semeadura, que existe maior preocupação com os efeitos do tempo quente e seco sobre as lavouras do oeste do estado, que já atravessam fases reprodutivas e precisam de chuva imediatamente. 

Perdas no milho gaúcho

No caso do milho verão, os problemas são isolados no Paraná e em Santa Catarina, mas têm se agravado no Rio Grande do Sul, onde a falta de chuva já causou perdas irreversíveis de produtividade ao cereal. A AgRural divulgará nova estimativa de produção de milho verão e soja na safra 2021/22 para clientes ainda nesta semana. No início de novembro, as estimativas foram de 28,7 milhões e 145,4 milhões de toneladas, respectivamente.

Fonte:

Fonte: Ag Rural