fbpx

Tem banana, sim senhor!

Dentre as variações culturais no agronegócio, a fruticultura é uma alternativa largamente adotada pelos produtores. Das opções, a banana se tornou uma opção para aqueles os produtores da região de Campo Mourão que diversificaram os cultivares, uma vez que é a fruta mais produzida e consumida no mundo.

Muito cultivada em outros estados, principalmente São Paulo, Bahia e Santa Catarina, hoje, consolidado pelo FOCO RURAL o Polo Regional de Banana, a fruta tem sido produzida por agricultores da região da Comcam (noroeste do Paraná).



Diversificação

Na propriedade do produtor Helio Ferreira da Costa, em Boa Esperança (60 km de Campo Mourão), a diversificação veio como um novo propósito de trabalho e investimentos para a família.

Com 10 mil pés implantados, o produtor iniciou o plantio em 2017 com o objetivo de um retorno rápido em uma cultura que pudesse ter receitas o ano todo. “Fiquei sabendo sobre o projeto [Agro Banana do Brasil] do Foco Rural sobre o Agronegócio da Banana, e me interessei. Sei do potencial da fruta e vi que seria assim uma nova oportunidade para minha propriedade”, explica Seu Hélio, que além da banana, é conhecido na região pelo plantio de melancia, além de grãos.

“Estou muito satisfeito! Neste período de desenvolvimento da fruta eu construí minha própria câmara de maturação para a estocagem e beneficiamento da fruta e comercialização. Forneço para vários mercados, inclusive Foz do Iguaçu”

Embora a região tenha sido atingida pela geada no mês de junho, o bananal sofreu algumas queimaduras e novos brotos já estão surgindo.

Retorno do investimento

Hoje o produtor se planeja para dobrar a área plantada em 10 mil pés. “No começo teve muita gente que me procurou para desanimar e inclusive atrapalhar o negócio, falaram tanto que meu filho ficou revoltado, mas hoje ele viu o valor do projeto. Estamos comercializando banana desde R$ 8,00 até R$ 22,00 a caixa. Varia conforme a época. Dá trabalho mas vale a pena” explica seu Hélio que já teve um retorno de R$ 30.000,00 e projeta uma receita de R$ 120.000,00 reais até o final do ano.

Assim como qualquer cultura, a banana exige atenção e cuidados, principalmente por ser um fruto de consumo visual, ou seja, a aparência é fundamental para uma boa aceitação do mercado consumidor.


SEGURO AGRÍCOLA
Com a necessidade do produtor rural ter um seguro de lavoura sem burocracia, de fácil contratação e que protegesse seus altos investimentos contra intempéries climáticas, a SEGURAGRO inovou os serviços de atendimento e assessoria na contratação de seguro agrícola de lavouras para culturas de soja, milho, trigo, feijão, café, cana-de-açúcar e outras culturas.

SAIBA MAIS SOBRE SEGUROS AGRÍCOLAS

Fonte: Foco Rural Agronegócios